Você pode mudar a sua vida?

Entenda melhor por que algumas pessoas precisam de ajuda profissional para deixar de fumar.

O cigarro envolve três tipos de dependências:

1) Dependência física
O organismo do fumante se acostuma a receber certa dose de nicotina. Quando o indivíduo deixa de fumar, seu corpo sente falta dessa nicotina e precisa se adaptar à ausência da substância. Este período de adaptação é denominado Síndrome de Abstinência, quando pode ocorrer ansiedade, irritabilidade, inquietação, dificuldade de concentração, tristeza, dor de cabeça, tontura, alteração no sono e no ritmo intestinal.

2) Dependência psicológica ou emocional
O cigarro serve, muitas vezes, como uma bengala, um amortecedor para as emoções, sejam elas desagradáveis ou não. Então, o fumante acaba utilizando o cigarro para lidar com estresse, solidão, para relaxar e até mesmo para comemorar.

3) Dependência comportamental ou de hábito
O fumante estabelece uma rotina no uso do cigarro, associando o ato de fumar com algumas atividades e hábitos, como: fumar e tomar um cafezinho, fumar após as refeições, fumar antes de dormir, fumar para ir ao banheiro etc. Nesses casos, muitas vezes o fumante acende o cigarro automaticamente, até mesmo sem notar.

Atenção, fumante: você conhece os benefícios de deixar de fumar?

Após 20 minutos:
– a sua pressão e pulsação devem voltar ao normal;
Em 8 horas:
– o nível de oxigênio no sangue se normaliza;
Em 48 horas:
– a capacidade de sentir cheiro e sabor melhora;
Após 2 semanas a 3 meses:
– a circulação melhora, fica mais fácil caminhar e a função pulmonar aumenta;
Após 5 a 15 anos:
– o risco de derrame e de enfarto reduz ao nível das pessoas que nunca fumaram.

O Núcleo Integrado oferece em sua equipe profissionais capacitados para avaliação médica, psicológica e tratamento individual ou grupal do tabagismo.

Implantamos programas em empresas.

Agende uma visita

(*) Campos de preenchimento obrigatório
Please wait...