Quando e porque devemos buscar psicoterapia?


Durante muitos anos estar com um psicólogo era considerado um tabu, motivo de vergonha, comportamento inadequado e por muitas vezes um tratamento destinado única e exclusivamente a pessoas que sofriam de transtornos psiquiátricos graves.

Hoje começamos a ter um novo olhar para o papel do psicólogo como agente da saúde e não da doença . Muitas vezes investir em um tratamento psicológico e fator de prevenção de maiores problemas no futuro, pois e o psicólogo um caminhante, que te ajuda a caminhar,  a entender e se entender.

Como profissionais não somos perfeitos e muitas vezes aprendemos com nossos pacientes, mas somos aquele que escuta, que interfere, mas não fere. Buscamos através de técnicas psicológicas ser um agente que propicia mudanças, reflexões e reformulações no modo de pensar, ser e agir. Isso já seria um grande processo nos dias atuais aonde pouco tempo temos para estar com nos mesmos.

Tenho uma passagem muito interessante e na época foi um tanto dolorosa, estava eu conversando com um colega, que não era psicólogo e por motivos decorrentes do momento em que vinha vivendo, vinha chorando e bastante fragilizada. Esse colega vira para mim e pergunta: “Mas como pode , você uma psicologa chorar? “Na hora me senti agredida, como se por ser psicologa não pudesse ser gente, vulnerável, sensível .

Hoje agradeço a esse colega que me fez repensar meu lugar como ser humano e psicóloga, as minhas terapeutas, foram algumas em 24 anos de formada, e a vida que me ensinou a viver, a sentir e a chorar.

A psicologia não é um instrumento para tratar malucos, mas e um caminho para não chegarmos lá.

E a quem seria indicado um processo terapêutico? A todos aqueles que queiram se conhecer, reconhecer, sentir e ser um pouco mais do que meros expectadores da própria historia.

O meu muito obrigado a todos os professores que me ensinaram a ser psicóloga, a todos terapeutas que me ajudaram a ser gente e a todos pacientes que me mostram todos os dias que funciona.