Ansiedade e expectativa são boas companheiras?

Compartilhe
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Estamos começando a trilhar mais um ano e como em todos os anos esta virada para um novo ano vem dominado por sentimentos de expectativa, ansiedade, uma aceleração e euforia que acabam se tornando muita mais agressivas do que prazerosas a estrutura e homeostase psíquica.

Chegamos no mês de janeiro extremamente tensos, cansados e desgastados.

alice-01

Expectativas demasiadas só resultam em frustração. Viver o hoje, focar no aqui e agora é a meta para uma vida com mais qualidade e equilíbrio.

Na busca por resultados acabamos perdendo o maior presente, que é o presente, que é onde a vida acontece, lugar da experiencia e não da expectativa.Espaço de completude e não de idealizações.

Um dos maiores problemas de saúde que temos tratado é a ansiedade, um sentimento angustiante, que rouba a paz, gera inquietude, parece que falta algo que nunca se teve, e temos que ir correndo pegar…

Tipo Alice no Pais das Maravilhas, estamos correndo atrás do que e para que ?

Do coelho que tá sempre atrasado ?

A ansiedade por si só acelera nosso metabolismo através da liberação de neurotransmissores nos tirando de um estado de equilíbrio e bem estar.

Os transtornos decorrentes de um distúrbio de ansiedade, desta tentativa va de controlar o amanhã ou a hora seguinte… são variados. Temos comumente visto crescer os transtornos do pânico que nas entrelinhas significa o corpo e a mente numa forma desesperada e desamparada dizendo “para que tudo saiu do controle”. Uma crise de pânico é a perda de controle do hoje, do amanha e de si mesmo. Aflora um desespero genuíno, apreensão e um pedido : Me diz o que esta acontecendo comigo.

A ansiedade em grau normal é necessária, é saudável para se atingir objetivos, mas o transtorno, a perda de foco, a perda de si mesmo,é paralisante e solicita atenção as suas causas.

Na maioria das vezes não é fácil sair desta sozinho e uma ajuda psicológica, psiquiátrica são fundamentais. Oriento também meus pacientes para um trabalho de meditação que ajuda no trabalho respiratório e no controle dos pensamentos disfuncionais, sempre em parceria com a terapia e medicação se necessário.

São alguns os passos que podemos dar neste início de ano e durante todos os dias de nossa vida em busca do equilíbrio para cuidar e preservar nossa saúde emocional.

Lembrando que é a falta de atenção a saúde como um todo que muitas vezes leva a quadros de estresse e recaídas no uso de substancias e na auto medicação, a volta ao consumo do tabaco entre outros que não estavam no planejamento para o ano que deveria vir o novo e não o velho.

Bom esse é o foco, compreender a força de nosso corpo emocional e assim praticar alguns lemas:

@ Se dê de presente o presente
@ Vá com calma
@ Faça o simples

Deixe seu comentário